sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Natal Time Out 2014: 100 presentes e uma [grande] vergonha

Os senhores da TimeOut que me perdoem, mas não me posso calar perante esta VERGONHA. Gosto da vossa revista, adoro ir ao vosso Mercado [da RIbeira], do qual sou freguesa assídua. Gosto da vossa cena do lifestyle. Entendo que nem sempre é fácil dar boas dicas aos leitores. A mim acontece-me o mesmo. Mas, na vossa última revista, podem ter a certeza, meus amigos, que puseram a pata na poça e "`a moda antiga". Não lembra ao Diabo aconselhar 100 presentes ... e um cachorro, como prenda de Natal. Num momento em que as mentalidades estão, felizmente, a evoluir. Em que legislação de defesa dos animais tem sido aprovada. Em que TODA a gente sabe que Portugal tem um problema gravíssimo de sobrepopulação de animais de companhia, acabando muitos dos quais abatidos nos canis municipais. Em que TODA a gente sabe que ter um cão ou um gato, mal comparado, é quase como ter um filho: tem que ser uma decisão ponderada, porque implica tempo, amor e dinheiro. Como é que vos passou pela cabeça indicar aos vossos leitores a compra de um cachorrinho que, ainda para mais, não é labrador porra nenhuma. Não passa de um rafeirinho,coitadinho. Com ar patusco, mas não tem raça definida. Isto é ética e moralmente muito discutível, meus caros. E não cai bem aos olhos de ninguém. Deviam emitir um pedido de desculpas e fazer um artigo, na próxima revista, a promover a ADOPÇÃO RESPONSÁVEL e não a compra de cães como se fossem mais um objeto que pode ficar ao monte lá para casa. E se o presenteado não gostar da oferta? Pode deita-la fora? Pensem nisso. Porque, neste momento, há uma parte do país que está a pensar em vocês. E não pelos melhores motivos. 

Sem comentários :

Publicar um comentário