quarta-feira, 1 de abril de 2015

O Caeser... Outra Vez


Os tempos não têm sido fáceis. Sobretudo para o meu Caeser. Depois de ter fraturado um dedo, daqui a umas horas vai estar anestesiado, deitado num bloco operatório, a retirar, do abdómen, uma “massa” que lhe apareceu de um dia para o outro. Pode ser um quisto, pode ser um tumor. Só vamos saber depois da análise. Se a cirurgia correr bem, vai estar em casa no final do dia. Infelizmente esta não é uma piada do “Dia das Mentiras”. Antes fosse. Escrevo com a minha alma angustiada. Com o coração apertado. Já não sei o que fazer. Parece que o meu “Ci”, a minha “gordinhas”, a minha “coisinha mais linda de todas as coisinhas”, atrai para si toda a energia negativa que anda à nossa volta. Estas últimas semanas têm sido um pesadelo que nunca mais acaba. Não imagino a vida sem ele. Parece que faz parte das nossas vidas desde sempre. Há quase dez anos que o Caeser se tornou o centro das atenções, o centro dos afetos. O que vai ser de nós se lhe acontecer alguma coisa? 

1 comentário :

  1. KEEP CALM míuda vai correr tudo bem
    Eles são + fortes que nós ;-)

    ResponderEliminar