terça-feira, 8 de abril de 2014

Galerias Romanas da Rua da Prata vão estar abertas ao público entre 11 e 13 de Abril.

Caros 3.75 leitores, avizinha-se uma das épocas mais aguardadas do ano: no âmbito das comemorações do “Dia Internacional dos Monumentos e Sítios”, que se assinala no próximo dia 18, as “Galerias Romanas da Rua da Prata” vão estar abertas ao público entre 11 e 13 de Abril.  

Ajeitem os chapéus e treinem os chicotes, porque é chegada a hora de despertar o pequeno India Jones ou a Lara Croft que existe dentro de vós. Quem nunca sonhou “descobrir” os segredos da Lisboa romana, e descer às catacumbas da cidade?
O ponto de encontro é no nº 77 da Rua da Conceição, e as visitas são feitas entre as 10.00h e as 18.00h, sendo que a última entrada é realizada às 17:30h. Para garantir a entrada, que é gratuita, o melhor é levantarem-se cedinho, e irem preparados para molhar os pés. E passo a explicar porquê.

Descobertas após o Terramoto de 1755, as galerias suportam a baixa pombalina, e pensa-se que tenham sido construídas no século I a. C., durante a época de Augusto, o verdadeiro primeiro Imperador de Roma. A sua função inicial seria a de criptopórtico, ou seja, uma espécie de plataforma para sustentar os edifícios superiores. Durante o período romano, as estruturas estariam a seco, mas, no século XIX, encontrar-se-iam inundadas, o que fez com que passassem a ser utilizadas como cisterna.

Sendo a sua água dada como imprópria para consumo, as galerias foram fechadas, e, a Câmara de Lisboa, mantém, desde então, em permanência, um sistema de drenagem.

Diz quem viu que vale mesmo a pena enfrentar a temível fila, pejada de camones, que, nesta altura do ano, rumam até Lisboa para sentir o cheiro da História [e do mofo]. Ora espreitem:  




Sem comentários :

Enviar um comentário